51 3637 7170

Manuais de uso - Telhas de Concreto

 

Estrutura completa do telhado

Estrutura completa do telhado

Cumeeira

Cumeeira

 

O sentido de colocação das cumeeiras deve levar em conta a sobreposição contrária ao sentido dos ventos predominantes.

A argamassa de assentamento da cumeeira deve ser chanfrada para o lado de dentro, ficando protegida pela própria cumeeira. Além de mais estético, isto irá garantir mais impermeabilidade, pois a água de chuva terá mais dificuldade para se infiltrar.

Cada cumeeira deve ser instalada com sobreposição de 7 cm. No Caso de telhas coloridas, a argamassa deve ser pigmentada com o mesmo pigmento da telha. Os fabricantes das telhas fornecem o pigmento e a quantidade que deve ser utilizada. Isto garante boa estética aos telhados coloridos.

Utilizam-se três cumeeiras por metro linear.
Como visto, uma boa opção é o uso de manta de cumeeira e uso da cumeeira seca, que não usa argamassa para sua instalação.

Método de aplicação da manta de cumeeira
Ripamento

Ripamento

 

As ripas devem ser espaçadas (galga) de acordo com o tamanho da telha, que de um modo geral será de 32 cm (galga máxima). A galga inicial (telhas da primeira fiada) é diferente das demais, com espaçamento menor (29 cm) e com ripa com 1 a 2 cm de espessura a mais que os demais, para que todo o telhado tenha a mesma inclinação. Geralmente opta-se pela instalação de duas ripas sobrepostas.

No telhado cerâmico, ao invés da ripa de 2,0 cm, é comum o uso de ripas com 1,5 ou 1,0 cm. Isto não significa que o telhado com telhas de concreto deva ser mais reforçado (devido à maior espessura da ripa). A necessidade de usar o sarrafo está no fato da telha de concreto ter as garras de fixação com cerca de 2cm, imcompatível com a espessura de uma ripa de 1 cm ou 1,5 cm. Do contrário, a garra da telha encostaria no caibro e não permitiria a correta acomodação da telha.

Salienta-se que um bom telhado deveria sempre usar ripa de 2,0 cm, devido à deformação lenta mesmo para coberturas com telhas cerâmicas.

As ripas de cumeeiras (ripas entre encontro de panos) devem estar espaçadas de 3 cm do eixo do cume do telhado.

Caibros

Caibros

 

Os caibros que compõem a trama devem ser instaladas sobre as terças a uma distância entre si de 0,50 m para ripas de 2 x 5 cm.

Dimensões usuais das madeiras laminadas:

Ripas: (2,0 x 5,0) cm (largura x altura)
Caibros: (5,0 x 6,0) cm (largura x altura)
Terças: conforme projeto (6,0 x 12,0; 6,0 x 16,0; 6,0 x 20,0) cm (largura x altura)

Tesouras: conforme projeto estrutural feito por profissional habilitado

Terças

Terças

 

Terças

 

Espaçamentos:

Tesouras: O modelo e distanciamento entre tesouras deve ser definida em projeto estrutural (depende principalmente do vão de apoio).

Terças: De forma geral, para caibros de 5 x 6cm, recomenda-se um espaçamento entre terças de 1,50 m para garantir a boa distribuição de carga suportada pela trama (terças + caibros + sarrafos).

Importante: O espaçamento incorreto das terças que irão receber os caibros pode ocasionar a deformação da trama (terças + caibros + ripas) causando um afundamento das telhas, levando a vazamentos ou mesmo ruptura dos caibros e consequente ruína do telhado.

Acabamento lateral

Acabamento lateral

 

A posição correta para início da montagem das telhas é do lado direito para o esquerdo, observando-se o sentido de escoamento em cada "água" do telhado. Ou seja, de frente para o telhado, com o sentido de escoamento da água em sua direção, inicia-se a colocação da primeira telha na extremidade direita desta "água".

Nas extremidades (direita ou esquerda) pode-se optar pelo uso das telhas terminais ou pelo acabamento com o complemento "capa lateral", que se parece com uma cumeeira de ângulo mais aberto. Neste caso, utiliza-se argamassa ou parafuso para sua instalação.

Sobreposição longitudinal

Sobreposição longitudinal

 

A telha de concreto utiliza uma sobreposição mínima de 10cm. É exatamente a região onde estão localizadas na face inferior da telha: a câmara anti-retorno, as pingadeiras e as nervuras de apoio. Esta sobreposição garante a estanqueidade do telhado.

Cálculo de quantidades

Cálculo de quantidades

 

Para se obter o número de telhas para um pano de cobertura, é necessário saber:

"A" - Comprimento horizontal de Pano
"I" - Inclinação a ser usada
"B" - Comprimento inclinado do Pano ou "Faixa"
"C" - Largura do Pano ou "Fiada""
"F" - Fator de inclinação

Obs.: Nas medidas "A" e "C" devem ser incluídos os beirais (se existirem).

Método Exato para calcular quantidade de telhas

Calculando o comprimento inclinado B = A x F (fator correspondente à inclinação - I vide tabela).
Cálculo da Faixa
Faixa = B/comprimento útil da telha
Faixa = B/32 cm
Cálculo da Fiada
Fiada = C/largura útil da telha
Fiada = C/30 cm
Quantidade de telhas do Pano
Faixa x Fiada

Detalhes do projeto

Detalhes do projeto

 

Esta tabela correlaciona a inclinação do telhado em % (a partir da inclinação mínima de 30% exigida para a telha de concreto Coppo Veneto) com a inclinação do ângulo em graus, considerando-se um determinado valor de comprimento do pano do telhado. As telhas planas exigem inclinação mínima um pouco maior que a telha Coppo Veneto, ou seja, de 50%.

Assim: 30% = 16º42 e 50% = 36º34 (Na tabela da norma está arredondado).

Para as telhas modelo Coppo Veneto, a partir de uma inclinação de 100% ou 45º, a telha deve ser fixada aos sarrafos. No caso de telhas planas, a fixação é necessária a partir de uma inclinação de 130%. Esses valores variam de acordo com a recomendação do fabricante.

Instalação da telha plana

Instalação da telha plana

 

Extraído da apresentação da ABCP.